Documento dá prioridade em estabelecimentos comerciais, banco entre outros
reprodução PMP

Nesta terça-feira, 27, a Prefeitura de Paranaguá, por meio da Secretária Municipal de Educação (Semedi), realizou a entrega de carteirinhas para os alunos diagnosticados com autismo. Este documento foi confeccionado de acordo com a Lei Federal 12764/12, que trata sobre a Política Nacional de Proteção dos Direitos da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista (T.E.A). 

A realização desta carteirinha foi um pedido feito pela associação UFA (União de Famílias pelo Autismo) e prontamente atendido pela Semedi. Com este documento os pais, familiares e responsáveis pela pessoa com autismo não precisam apresentar laudos médicos e documentos comprobatórios da síndrome. A carteirinha é válida em todo o território nacional e permite que o usuário tenha preferência em filas de banco, estabelecimentos comerciais e também nos cinemas.

“Sabemos da dificuldade das famílias que tem membros com autismo, por este motivo incentivamos as políticas públicas que auxiliam no tratamento da síndrome. No Centro Municipal de Avaliação Especializada (CMAE), temos profissionais capacitados para ajudar a todos que necessitam”, declara o prefeito Marcelo Roque.

A secretária de Educação, Vandecy Dutra, ressalta que a carteirinha pode ser feita tanto por crianças como por adultos com T.E.A. “O CMAE realiza o cadastramento tanto de crianças como de adultos com autismo. Este é mais um compromisso cumprido pela gestão, com esta carteirinha os pais ou responsáveis não precisam estar sempre com toda a documentação comprobatória”, comenta.

Para a realização da Carteirinha Preferenciais para Alunos com Transtorno do Espectro Autista é preciso que o responsável legal comparece ao CMAE, na rua Rodrigues Alves, nº 530, com os documentos originais, comprovante de residência e laudo médico. Mais informações no telefone 3420-2857.

reprodução PMP

Para a presidente da associação UFA, Elci Matos do Carmo, este é um passo muito importante, não só pela carteirinha, mas pelo envolvimento do município nesta causa. “Agora não teremos que estar com muitos documentos e laudos, porém é muito mais significativo todo o comprometimento do poder público em nos ajudar”, afirma. 

A primeira-dama, Amanda Roque, é madrinha da iniciativa, destaca a importância deste avanço para as famílias que lutam pelos seus filhos. O vereador Tiago Kutz esteve presente e salientou que todo o Poder Executivo municipal trabalha para os avanços nesta causa.

Estiveram presentes na entrega das carteirinhas, além dos pais dos alunos, a diretora da Educação Especial, Irazilda Dalago e a chefe da Educação Especial, Valdelúcia Matias.

SECOM




Deixe o seu comentário