Para diferenciar as funções de cada instituição Fundação de Assistência à Saúde elabora material orientativo para a população

Dependendo da gravidade da situação de saúde, o cidadão pode se dirigir a uma unidade que mais se enquadre com o seu caso clínico e suas necessidades de atendimento.

O QUE É A UPA?

A Unidade de Pronto Atendimento (UPA) é voltada aos atendimentos de urgência e emergência, ou seja, casos clínicos de média a alta complexidade. O seu funcionamento é ininterrupto, 24h por dia, inclusive nos fins de semana e feriados. Neste momento, os pacientes são atendidos temporariamente em uma unidade próxima a reforma e ampliação de uma UPA Porte III que contará com um espaço amplo e preparado para atendimentos de urgência e emergência. O local terá consultórios, sala de Raio X, 2.300 metros quadrados de área total, ala Infantil e adulta, além de ala de urgência e emergência, entre outros espaços e serviços.

COMO FUNCIONA O ATENDIMENTO NA UPA?

A UPA é administrada por meio da Fundação de Assistência à Saúde de Paranaguá (Fasp).

No local os pacientes são atendidos conforme a gravidade do risco, e não por ordem de chegada. Ou seja, quem apresenta maior complexidade será atendido primeiro.

A Fasp salienta que a conscientização da população quanto a distinção entre os serviços de saúde é fundamental, pois segundo a Fundação, a falta de informação é um dos principais motivos da superlotação do serviço de urgência e emergência. “Quando o local é procurado para atendimentos que não são de urgência ou emergência acaba refletindo na demora do atendimento”, lamenta a diretora geral da Fasp, Everllin Guiguer.

A UPA FORNECE ATESTADO?

Por se tratar de um local de urgência e emergência, a UPA fornece declaração de presença pelo período em que o paciente permanecer no local para atendimento médico.

QUANDO DEVO PROCURAR A UPA PARA ATENDIMENTO?

• Febre alta, acima de 39ºC;

• Fraturas e cortes com sangramento;

• Queda com torção e dor intensa ou suspeita de fratura;

• Cólicas renais e abdominais intensas;

• Falta de ar intensa;

• Crises Convulsivas;

• Dores fortes no peito;

• Vômito e diarreia constantes.

• Queimaduras;

• Picada ou mordida de animais venenosos;

• Tentativa de suicídio;

• Parada Cardiorrespiratória;

• Perda repentina de força muscular de um lado do corpo ou dificuldade para falar;

QUANDO DEVO PROCURAR A UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE (UBS)?

• Consultas de rotina (consultas, tratamento, exame de rotina, entre outros);

• Dor de Garganta sem febre;

• Troca de sondas e cateteres;

• Aplicação de medicação de uso contínuo;

• Realização de Curativos;

• Encaminhamentos a exames e especialidades;

• Gripe e resfriado;

• Troca de Receita;

• Acompanhamento de hipertensão e diabetes;

• Tosse com mais de 14 dias.

Jornalista: Flávia Adans /SECOM




Publicidade

Deixe o seu comentário