O objetivo é sensibilizar a sociedade para o combate das diversas formas de agressão física e psicológica cometida contra a pessoa com idade igual ou superior a 60 anos
PMP

Desde 2006, o dia 15 de junho é lembrado como o Dia Mundial de Conscientização da Violência Contra a Pessoa Idosa. A data foi instituída pela Organização das Nações Unidas (ONU) e pela Rede Internacional de Prevenção à Violência à Pessoa Idosa.

Nesta segunda-feira, 17, a Prefeitura de Paranaguá por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) realizou evento com atividades e palestra para lembrar a data. O objetivo é sensibilizar a sociedade para o combate das diversas formas de violência cometida contra a pessoa com idade igual ou superior a 60 anos. 

“O dia 15 é importante por marcar a conscientização sobre os cuidados com a pessoa idosa. A Assistência Social tem realizado um trabalho forte em benefício dessa população e temos a grande expectativa de, o quanto antes, tirarmos do papel o Centro de Convivência ao Idoso para atender as demandas que eles precisam”, destaca o prefeito Marcelo Roque.

“A conscientização é fundamental para evitarmos a triste realidade da violência contra os idosos. Lamentavelmente o número de casos é maior dentro da própria família e precisamos coibir isso. A pessoa idosa precisa ser respeitada, amada e merece ser cuidada”, ressalta o secretário municipal de Assistência Social, Darci Borba.

PMP

De acordo com a Organização Mundial de Saúde, a violência contra a pessoa idosa consiste em ações ou omissões cometidas uma vez ou muitas vezes, prejudicando a integridade física e emocional delas, impedindo o desempenho do seu papel social. 

“As pessoas precisam e devem denunciar casos de violência contra a pessoa idosa. As denúncias podem ser feitas no Conselho da Pessoa Idosa que fica anexo a Semas, pelo telefone 3420-2914, nos Centros de Referência Especializado em Assistência Social (Creas) pelos telefones 3420-2908 e 3420-2928, Guarda Civil Municipal, Polícia Militar, entre outros órgãos de segurança. A identidade do denunciante é mantida em total sigilo. Todos devemos ajudar a proteger a pessoa idosa e mantê-la inserida na sociedade”, orienta o presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa, Ariosmar Jorge dos Santos.

Durante o evento realizado na sede da Semas, ainda ocorreu apresentação da Universidade Aberta À Terceira Idade (Unati) e palestra com a doutora em Políticas Públicas, Mary Falcão com o tema “Política da pessoa idosa e seus desafios na atualidade”.

SECOM


CURTA O NOSSO PARANÁ NO FACEBOOK

SIGA-NOS NO INSTAGRAM
@nosso_pr

Deixe o seu comentário