A partir de 17/06/2022 o OGMO aplicará a ESCALA FUNCIONAL

ara que o Porto continue alcançando eficiência, o OGMO/Paranaguá implementa ações para reduzir a falta de mão de obra nas operações portuárias. A primeira medida está sendo aplicada desde o dia 17 de maio de 2022, e consiste na aplicação das regras de assiduidade/frequência mínima para todos os sindicatos de trabalhadores portuários avulsos. Com isso, o OGMO espera um comprometimento maior do trabalhador com a funcionalidade das operações.

Contudo, persistindo a falta de mão de obra, a partir de 17/06/2022 o OGMO aplicará a ESCALA FUNCIONAL. É uma escala que funcionará somente em caso de falta de mão de obra, e consiste no preenchimento das faltas aproveitando as habilitações dos TPAs que, em suas escolhas, não foram escalados.

Essas medidas foram diagnosticas a partir da falta de mão de obra avulsa nas atividades portuárias, o que vem ocasionando prejuízos nas operações e na funcionalidade do Porto de Paranaguá. €œAs ações adotadas para sanar a falta de mão de obra avulsa nas operações portuárias visam preservar a funcionalidade do Porto e o modelo de mão de obra avulsa€, explica a Diretora Executiva do OGMO/Paranaguá, Dra. Shana Carolina Bertol.

Caso o trabalhador portuário avulso possua restrição médica para alguma função ou não tenha a prática suficiente em equipamentos, deverá procurar o OGMO/Paranaguá para afastamento das listas até regularização necessária.

Em caso de dúvidas, tanto dos operadores portuários como dos trabalhadores avulsos, a equipe do OGMO/Paranaguá está disponível para tirar qualquer imprecisão sobre o novo sistema de escala.

Fonte: www.ogmopgua.com.br



Publicidade

Deixe o seu comentário