Juiz Eleitoral fala que há uma tentativa de disseminar notícias falsas para tirar voto de Marcelo Roque. Autores de fake news poderão pagar R$ 10 mil em multas

A Justiça Eleitoral de Paranaguá se manifestou sobre o compartilhamento de notícias falsas sobre a candidatura de Marcelo Roque (PODE). A decisão do Dr. º Guilherme Moares de Nieto atende a um pedido da Coligação Pra Fazer Muito Mais. 

Segundo a Justiça, Marcelo Roque pode sim fazer campanha e seu nome estará na urna eletrônica.

O juiz eleitoral, em sua decisão, afirma que “claramente o objeto da publicação em questão é enganar o eleitorado de modo a tentar retirar votos do candidato Marcelo Elias Roque de maneira indevida”.

Conforme explica o advogado da coligação, Marcelo Roque é candidato e seu nome aparecerá na urna. “Mais do que isso a decisão diz que as publicações veiculadas na internet são fake news”, diz o Dr.º Luiz Gustavo de Andrade.

Leia o documento da decisão 






Deixe o seu comentário