Peça que contou com a direção de Mariana Zanette reuniu mais de 70 pessoas na equipe
PMP

O espetáculo que retratou a vida, morte e ressurreição de Jesus Cristo emocionou o público que acompanhou a apresentação na Praça da Fé, no Santuário do Rocio, nesta Sexta-Feira Santa, 19. A Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secultur) promoveu o evento “Paixão de Cristo” que contou com a direção teatral de Mariana Zanette e texto de Ari Rodrigues. 

Mais de 70 pessoas estiveram envolvidas na produção da peça, entre atores e equipe técnica. O reitor do Santuário do Rocio, Pe. Dirson Gonçalves, disse que o momento proporciona aos cristãos muita reflexão. "Sabemos que a morte de Cristo é comovente, mas a beleza da história está na ressurreição", explicou. 

O secretário de Cultura e Turismo, Harrison Camargo, enalteceu a classe os atores da cidade, já que o espetáculo foi produzido por companhias do município. “Parabéns a equipe da Secultur, aos atores e todo público que esteve presente, prestigiando esse maravilhoso momento, e que possa ficar em nossos corações o verdadeiro significado da páscoa”, comentou.

Quem assistiu, acompanhou também, um show de tecnologia que colocou os atores em cenários virtuais. O espetáculo foi transmitido simultaneamente em um telão instalado na Praça da Fé. "Retratamos a história mais bonita da humanidade e conseguimos passar ao público o verdadeiro significado da páscoa", disse a diretora da peça, Mariana Zanette.

É a segunda vez que a Prefeitura de Paranaguá decidiu apresentar a Paixão de Cristo na Praça da Fé. O prefeito Marcelo Roque, que também acompanhou o espetáculo, disse que a peça também colabora com o fomento ao turismo religioso. “É o Santuário da Padroeira do Estado do Paraná e merece a nossa atenção e respeito”, resumiu. “Os atores foram capazes de emocionar todos que acompanhavam a peça que deixa mensagens importantes a nós”, completou Marcelo Roque. 

Everton Abreu é ator parnanguara e relatou que interpretar Jesus Cristo é sempre um desafio. "Embora não seja a primeira vez em que represento Jesus Cristo, o nervosismo e o preparo para o personagem é sempre árduo. Jesus é a base do mundo, na visão de muitas religiões, e hoje tive o prazer de transmiti-ló ao público", finalizou.

O Bispo Diocesano Dom Edmar Peron também acompanhou o espetáculo.

SECOM



Deixe o seu comentário