O grupo estará em 15 cidades do interior do estado com 45 apresentações de três espetáculos. As apresentações serão hoje, amanhã e quinta na Casa Cecy.

A Prefeitura de Paranaguá, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo, (Secultur), convida a população para assistir o espetáculo “Psicose 4h48”.

As apresentações serão hoje, amanhã e quinta-feira, dia 13, na Casa Cecy, a partir das 20h. Vale destacar que a entrada é franca nos três dias.

SOBRE PSICOSE 4h48 

Representante da dramaturgia inglesa contemporânea, Sarah Kane tornou-se conhecida pelo modo como a sua carreira começou, com a extraordinária polêmica que provocou sua peça de estréia, Blasted, e pelo modo como terminou: com seu suicídio e a encenação póstuma de sua quinta e última peça, Psicose 4h48. 

Durante toda a sua curta vida, Kane foi atormentada por acessos depressivos. A cada nova ocorrência esses acessos foram gradativamente levando-a a um processo de suicídio que teve fim em 1999, aos 28 anos de idade. A experiência desses episódios e os tratamentos médicos a que teve que se submeter formou a matéria-prima para a construção deste seu último texto. 

Discorrendo sobre a doença e suas diversas consequências – em caso extremo, o suicídio – a peça apresenta um texto fragmentado, não linear, permeando entre o dramático, o lírico e o narrativo. “A peça se passa mais na mente da protagonista do que no consultório psiquiátrico que remete a cenografia. E isso influi nessa linguagem de devaneios que buscamos dar à encenação”. 

“Psicose 4h48é um texto que pretende dar forma a algo que não tem forma, que são nossos pensamentos. Tivemos que estruturar a montagem somente na musicalidade e no ritmo das palavras, devido a não existência de trama, enredo, história e outros elementos característicos de uma dramaturgia convencional” – conta Damaceno. 

O trabalho foi desenvolvido priorizando o tratamento do texto nas vozes dos atores como forma de não espetacularizar o tema, focando a atenção no texto da Sarah Kane e na atuação da Rosana Stavis, ganhadora do Troféu Gralha Azul por esta atuação e freqüentemente apontada pela crítica especializada e profissionais diversos como uma das melhores atrizes do teatro brasileiro na atualidade. 

FICHA TÉCNICA DE PSICOSE 4h48

Texto: Sarah Kane| Direção: Marcos Damaceno| Elenco: Rosana Stavis e Eduardo Ramos | Iluminação: Nadja Naira e Fábia Regina | Sonoplastia: Vadeco | Figurinos: Maureen Miranda | Design gráfico: Foca Cruz.

SECOM



Deixe o seu comentário