Equipe técnica do Hospital esteve com Prefeito Marcelo Roque, Secretários e Vereadores.

Uma equipe técnica do Hospital Erasto Gaertner veio a Paranaguá na manhã desta quinta-feira (8). O objetivo foi conhecer alguns prédios públicos que possam abrigar a estrutura de uma unidade avançada, que a entidade pretende implantar para beneficiar pacientes que lutam contra o câncer não só da cidade, mas de todo o litoral. 

Acompanharam a visita o prefeito Marcelo Roque, os secretários municipais de Saúde e Prevenção, Paulo Henrique de Oliveira, de Planejamento, Silvio Loyola, e de Comunicação, Camila Roque, além dos vereadores, Marquinhos Roque (presidente da Câmara Municipal), Nilo Ribeiro Monteiro, Fábio Santos, Luiz Maranhão e Ratinho. 

Foram cinco prédios visitados. Dois espaços no Hospital João Paulo II (Centro Municipal de Diagnósticos e Setor de Fisioterapia), Unidade Balduína Lobo (Dona Baduca), Centro Municipal de Especialidades (CME), Centro de Referência em Saúde da Mulher e também a própria sede da Secretaria Municipal de Saúde e Prevenção (Semsap), na rua Gabriel de Lara. 

A escolha ainda não foi decidida. Dependerá de uma análise aprofundada, conforme informou o superintendente do Hospital Erasto Gaertner, Adriano Lago. “Vamos receber plantas de todos os locais. Estamos entusiasmados e queremos colocar em prática esse projeto o mais rápido possível. Há um trâmite burocrático a ser seguido”, revelou o dirigente, que afirmou que o sucesso no tratamento depende também de questões como o apoio familiar e as facilidades para aplicação dos medicamentos para combater a doença. 

O prédio com maior potencial para receber a estrutura da unidade avançada é o do CME, que está em obras, com investimentos de quase R$ 800 mil, conforme adiantou o superintendente Lago. Parte do prédio seria usado pelo Hospital Erasto Gaertner e o restante para abrigar a estrutura administrativa da Semsap. O custeio ficaria a cargo do Governo do Estado, como já informou o secretário de Estado da Saúde, Michele Caputo Neto, no início das tratativas. Para atendimento os próprios servidores do hospital serão os responsáveis. 

O prefeito Marcelo Roque destacou que haverá todo o empenho necessário para que a unidade avançada seja implantada o quanto antes. “Estamos desde o ano passado trabalhando para que essa unidade avançada do Erasto Gaertner se torne realidade. Perdi um irmão que teve câncer no pulmão e tinha 18 anos. O tratamento em Curitiba trazia gasto e também maltratava”, declarou o prefeito, que agradeceu o empenho do hospital, que é referência no tratamento da doença na região sul do Brasil, e ainda ao governador Beto Richa e ao secretário de Estado Michele Caputo Neto.

O secretário municipal de Saúde e Prevenção também usou de uma experiência familiar para falar da importância da instalação da unidade avançada na cidade. “Tenho neste momento uma pessoa da minha família em tratamento e são muitas as dificuldades. Como cidadão de Paranaguá quero ver esse serviço funcionando para que as pessoas que sofrem com essa doença tenham mais qualidade de vida e dignidade no tratamento”, destacou o secretário.

PREVENÇÃO

Além do tratamento o Hospital Erasto Gaertner tem a intenção de promover ações preventivas com a população de Paranaguá e do litoral após a instalação da unidade avançada. As informações foram reveladas pelo superintendente Adriano Lago, que destacou ainda que é importante o diagnóstico precoce, que garante um percentual alto de cura dos pacientes. Além dele também acompanharam a comitiva, o diretor técnico João Nunes, o engenheiro Eduardo Gonçalves dos Santos e o assessor de Novos Negócios Renato Galvão.

com informações da SECOM / Vídeo e Foto Nosso Paraná

Publicidade


Deixe o seu comentário