Tirou “selfies” com fãs, inclusive um homem que usava máscara de cachorro, mas não falou com os repórteres.
reprodução

O ex-goleiro do Flamengo Bruno Fernandes, acusado pelo assassinato de Eliza Samúdio, apresentou à Justiça de Minas Gerais nesta quinta-feira, 2, o endereço de sua residência fixa em Belo Horizonte e pedido de autorização para viajar ao Rio, para conhecer a casa da mulher, a dentista Ingrid Calheiros.

Ele chegou ao Fórum de Santa Luzia, na Grande Belo Horizonte, no início da tarde, vestindo uma camiseta da torcida organizada Galoucura, do Clube Atlético Mineiro, time que revelou Bruno. Tirou “selfies” com fãs, inclusive um homem que usava máscara de cachorro, mas não falou com os repórteres.”O Bruno acabou de sair da prisão provisória. Tem a vida toda para cuidar. É preciso ter um pouco de paciência. Ele vai falar no momento adequado”, afirmou o advogado Lúcio Adolfo, enquanto o goleiro permaneceu de cabeça baixa, com as mãos nas costas.

Estadão Conteúdo


CURTA O NOSSO PARANÁ NO FACEBOOK

SIGA-NOS NO INSTAGRAM
@nosso_pr

Deixe o seu comentário