Prova foi em Guaratuba e reuniu gerações que construíram a imagem do guarda-vidas no Paraná. O evento tradicional fez parte da programação do Verão Paraná 2017/2018.

Os participantes foram orientados pelo comandante do Corpo de Bombeiros e pelo comandante do 8º GB sobre a prova e os cuidados de segurança.

Os participantes foram orientados pelo comandante do Corpo de Bombeiros e pelo comandante do 8º GB sobre a prova e os cuidados de segurança.

O reencontro de gerações que construíram a imagem do guarda-vidas no Paraná marcou a 18ª edição da Travessia dos Veteranos neste sábado (06/01) na Praia Central de Guaratuba, no Litoral do Estado. Mais de 100 guarda-vidas da ativa e da reserva remunerada vestiram uniformes e se lançaram ao mar para uma prova de aproximadamente 600 metros. A atividade foi prestigiada pelo Chefe da Casa Militar e Coordenador Geral do Verão Paraná 2017/2018, coronel Elio de Oliveira Manoel e faz parte da programação da temporada. 

O evento foi organizado pelo subtenente Antônio Batista dos Santos, de 80 anos, um dos mais velhos integrantes do grupo de guarda-vidas da reserva, que também participa da prova. Além dele, dezenas de outros bombeiros militares que atuaram por décadas nas praias paranaenses salvando vidas, participaram do evento. “Comecei em 2000 a Travessia dos Veteranos e tenho uma imensa gratidão em organizar a prova, pois é uma oportunidade de reunir antigos companheiros de farda para resgatar o nosso amor à corporação”, disse.

O coronel Elio de Oliveira Manoel elogiou a iniciativa do 8º Grupamento de Bombeiros, por congregar profissionais que ajudaram a consolidar a imagem que a instituição possui perante a sociedade. “É um evento tradicional que promove a integração entre os bombeiros da ativa e os da reserva, permitindo que haja troca de experiências e a valorização desses nobres guarda-vidas”, afirmou.

A largada da prova ocorreu por volta de 10 horas. Os participantes foram orientados pelo comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Fábio Mariano de Oliveira, e pelo comandante do 8º GB, tenente-coronel Jair Pereira, sobre a prova e os cuidados de segurança, já que todos possuem idade avançada e necessitam de atenção maior durante a natação.

O coronel Fábio recebeu carinhosamente todos os veteranos, que retribuíram com admiração, inclusive organizando o grupo em forma e apresentando a tropa em sinal de respeito ao Comando. Eles entoaram a canção Soldado do Fogo. “É uma grande festa de confraternização, os veteranos retornam a uma atividade que desempenhavam ao longo da carreira, integrando-se com os mais jovens para manter o legado e a credibilidade do guarda-vida perante a sociedade”, disse o coronel.

O subtenente Lindolfo Leandro Silvano se aposentou há oito anos e nunca deixou de participar da Travessia dos Veteranos. “A maior satisfação é reencontrar pessoas com quem trabalhei por muitos anos e agora estão aqui para compartilhar esse momento especial. A gente aproveita para conversar, saber como está a vida, e relembrar situações e fatos que permanecem na nossa memória”. 

Além da organização de largada e chegada na areia, os bombeiros militares montaram uma estrutura para atendimento de emergência para dar suporte caso alguém tive um problema na água. Bombeiros com pranchas e uma moto aquática, bem como a aeronave do Batalhão de Polícia Militar de Operações Aéreas acompanharam o grupo para prestar apoio num momento de urgência. Não houve nenhum atendimento médico e todos concluíram a prova com êxito.

AEN-PR

Publicidade


Deixe o seu comentário