25/06/2019

Há alguns anos, imaginávamos como seria o século XXI, o avanço das tecnologias, uma geração de crianças inteligentes, carros voadores e muito mais coisas que nossas mentes brilhantes eram capazes de criar.

Estamos em 2019, quase 20 anos após a entrada deste novo século e muitas coisas sonhadas são reais, outras nem aparecem no mundo das tecnologias, mesmo distante de nós.

O telefone agora é móvel; veículos são abastecidos à energia elétrica e à combustível biodegradáveis; um único aparelho possui câmera fotográfica, filmadora, agenda, calculadora e diversos aplicativos para realizarmos quaisquer tarefas, como leitura, organização e controle financeiro, dicas de saúde e uma variedade de possibilidades que você e eu usamos e precisamos diariamente. A contemporaneidade tecnológica trouxe a Internet e com ela, deixamos de enviar cartas para mandar e-mails pelos endereços eletrônicos; os jornais impressos já perdem espaços para os tabloides online, que são atualizados em tempo real; as conversas, ao redor das mesas, que traziam lembranças e boas gargalhadas foram trocadas pelas redes sociais.

O mundo mudou nesses últimos 19 anos, mas uma coisa que tínhamos de valor e não perdeu seu significado foi a família. Os papéis não foram trocados, as responsabilidades continuam aos que devem trazer o sustento físico, material (e espiritual). Os pais continuam com o compromisso em atender todas as necessidades dos filhos e, sobretudo, garantir o amor.

É noticiada pelos mais diversos meios de comunicação a inversão de valores, filhos abandonados, o lar sem sua referência moral e de suporte quando alguém passa por momentos de dificuldades, os pais não assopram as feridas dos filhos, os asilos têm novos inquilinos.

  A sociedade, a escola e a igreja refletem a falta de estrutura familiar. Quando as famílias adoecem, todos sofrem. É imprescindível ressaltar o quanto é preciso de bons pais para participar na formação de boas crianças, ótimos adolescentes e grandes adultos.

  Pais, participem da vida dos seus filhos. Amem com todas as forças, esteja nas reuniões escolares e participe do Dia da Família que acontece na instituição onde seu filho estuda, pague cursos livres, prepare-o para uma vida adulta de sucesso. Não permita que a tecnologia te aproxime dos estranhos de longe e te afaste daqueles que estão perto perecendo do seu amor. 

Família é muito mais que o DNA. Família é tudo. 

Para refletir, vou deixar duas frases sobre filhos:

“No início, os filhos amam os pais. Depois de um certo tempo, passam a julgá-los. Raramente ou quase nunca os perdoam.” - Oscar Wilde

“Pais e filhos não foram feitos para ser amigos. Foram feitos para ser pais e filhos.” - Millôr Fernandes

Desejo que seu lar seja um pedacinho do céu aqui na Terra.

Leandro Mendes
www.facebook.com/leandro.mendes.79219

A publicação deste colunista não reflete, necessariamente, a opinião do portal Nosso Paraná.


CURTA O NOSSO PARANÁ NO FACEBOOK

SIGA-NOS NO INSTAGRAM
@nosso_pr

Deixe o seu comentário