Foram mais de 8 mil atendimentos em Paranaguá
PMP

Os prefeitos do Litoral do Paraná estiveram reunidos na manhã desta sexta-feira, dia 01 de dezembro para tratar de questões relacionadas ao Cislipa- o Consórcio Intermunicipal de Saúde do Litoral do Paraná que tem como presidente o prefeito de Paranaguá, Marcelo Roque.

Entre os assuntos debatidos esteve atraso no repasse de recursos por parte do Fundo Nacional de Saúde, as necessidades oriundas do Programa Operação verão 2017/2018 o qual a gestão é efetuada pelo Cislipa desde contratação de médicos até aquisição de insumos para o SAMU.

Também foi apresentada planilha de atendimentos feitos nas sete cidades do Litoral. Foram 18.143 atendimentos de janeiro a novembro deste ano em todos os municípios; Paranaguá, pela concentração da maior densidade demográfica também concentrou o maior número de atendimentos. Foram 8.225 atendimentos na cidade pólo da região.

PMP

Para fazer frente ao possível aumento de atendimentos que ocorrem durante o verão, o prefeito Marcelo Roque lembrou que conseguiu a cessão de mais uma ambulância para dar suporte nos atendimentos, além do repasse de R$ 600 mil do Governo do Estado como complementação de recurso tendo em vista a dificuldade devido aos atrasos do repasse do FNS, para garantir o andamento dos serviços que são prestado nos momentos mais difíceis.

A composição do Conselho Fiscal, com representante de cada município, e sobre o tempo de atendimento do Samu em cada cidade foram outros assuntos discutidos entre os prefeitos.

Os prefeitos de Matinhos, Ruy Hauer, de Pontal do Paraná, Casquinha, de Antonina, José Paulo, de Guaratuba, Roberto Justus e de Guaraqueçaba, Ariad Júnior participaram do encontro com assessores que atuam diretamente com o Consórcio. O secretário municipal de Saúde de Paranaguá, Paulo Oliveira, destacou que o atendimento do Samu é garantido pelas prefeituras de cada cidade do Litoral. “É uma responsabilidade que cada cidade assumiu para que os moradores da nossa região tivessem esse atendimento de emergência e o repasse para a continuidade do serviço é feito pela Prefeitura de Paranaguá. Estes repasses municipais, aliás, representam 44,50% no exercício de 2017 dos recursos do Cislipa”, informou.

SECOM


Publicidade


Deixe o seu comentário