Campanha começa no dia 7 de novembro e permanecerá por um mês. Só pode ser imunizado quem já tomou a segunda dose.

A Secretaria Municipal de Saúde e Prevenção (Semsap), juntamente com a 1.ª Regional de Saúde do Litoral, iniciam na próxima quarta-feira (7 de novembro) o quinto ciclo de vacinação contra a dengue em Paranaguá. A meta é imunizar 1.000 pessoas, com idade entre 9 e 44 anos, 11 meses e 29 dias, que já tomaram a primeira e a segunda doses. 

As doses estarão disponíveis em todas as unidades de saúde de Paranaguá, incluindo colônias e as duas da Ilha do Mel (Nova Brasília e Encantadas). As comunidades pesqueiras e ilhas serão atendidas pela equipe itinerante do Estratégia Saúde da Família (ESF), em calendário que será divulgado em breve.

A campanha de vacinação permanecerá até 7 de dezembro e 24 de novembro foi escolhido para o Dia D, quando todas as unidades de saúde abrirão para a aplicação das doses no sábado. 

Uma reunião com videoconferência para orientações da Secretaria de Estado da Saúde foi realizada na manhã desta quarta-feira (31). Participaram membros da Secretaria Municipal e também da 1.ª Regional. 

A secretária municipal de Saúde e Prevenção, Lígia Regina de Campos Cordeiro, destacou que será dado todo o suporte necessário para que a vacinação contra a dengue tenha êxito em Paranaguá. “É muito importante completar o esquema vacinal, concluindo com a terceira dose. Peço ao público-alvo que já tomou as duas primeiras doses que procurem nossas unidades a partir do dia 7 para se vacinar”, completou a secretária. 

Agentes comunitários de saúde farão a busca ativa de pessoas que ainda não completaram o esquema vacinal em todas as regiões atendidas pelo Estratégia Saúde da Família (ESF). Isso porque um banco de dados do Governo do Estado foi disponibilizado com as informações sobre as pessoas que já tomaram as duas primeiras doses.

A vacina é uma das medidas para prevenir que Paranaguá não registre novamente uma epidemia de dengue, como a que ocorreu em 2016. A Prefeitura Municipal, por determinação do prefeito Marcelo Roque, vem realizando várias ações desde o início do ano passado para combater o mosquito Aedes Aegypti, transmissor da dengue, zika, chikungunya e febre amarela. 

“Fizemos limpeza de locais públicos com acúmulo de lixo e entulhos, orientações com equipes de agentes de endemias em todos os imóveis de Paranaguá para evitar o acúmulo de água em recipientes nos quintais. Estamos fazendo nossa parte e a população também tem que fazer a sua”, declarou o prefeito Marcelo Roque, que já determinou às secretarias municipais de Saúde (por meio da Vigilância Sanitária), de Meio Ambiente (Patrulha Ambiental) e de Urbanismo para que tome atitudes severas e fiscalize com rigor os imóveis que possam oferecer potencial risco à população.

SECOM




Deixe o seu comentário