Quando os ponteiros chegarem à meia-noite do próximo sábado, eles deverão ser atrasados em uma hora.
Foto: Renato Araújo/ABr

Termina no próximo domingo (18) o horário de verão nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste do país, além do Distrito Federal. A partir da 0h, os relógios devem ser atrasados em uma hora.

Como efeito prático, o sábado ganha uma hora a mais e paranaenses, catarinenses, gaúchos, paulistas, cariocas, mineiros, capixabas, goianos, mato-grossenses, sul-mato-grossenses e brasilienses voltam a seguir o fuso horário de Brasília em sincronia com as demais regiões do país.

A expectativa do Ministério de Minas e Energia é computar economia global próxima ou superior a R$ 150 milhões. Para muitos, o montante não chega a ser significativo, mas os que defendem a manutenção consideram que a medida ainda é válida em relação à economia nos horários de pico e a não utilização das usinas térmicas.

Agência Brasil




Deixe o seu comentário