Eles citaram a necessidade de reformas e preconceitos contra Israel na organização
© Jonathan Ernst/Reuters

Os Estados Unidos anunciaram que vão abandonar a UNESCO no fim de 2018, citando a necessidade de reformas e preconceitos contra Israel na organização, comunicou nesta quinta-feira (12) a porta-voz do Departamento de Estado, Heather Nauert.

"Em 12 de outubro, o Departamento de Estado notificou para a diretora-geral da UNESCO, Irina Bokova, sobre a decisão dos EUA de abandonar a organização […] Não foi fácil tomar esta decisão, e ela reflete as preocupações dos EUA em torno do acúmulo de dívidas da UNESCO, da necessidade de reformas fundamentais da organização e do preconceito contra Israel", declarou Nauert, acrescentando que a decisão entrará em vigor em 31 de dezembro de 2018.

 Com informações do Sputnik News.

Leia também:
Câmara Municipal de Paranaguá aprova por unanimidade lei que impede a obstrução da linha férrea em horários de pico
Prêmio da Mega acumula e pode chegar a R$ 6 milhões


Publicidade


Deixe o seu comentário