Paranaguá enfrenta a fila do SUS, faz os exames e o diagnóstico é assustador. A cidade além de sofrer com suas tragédias administrativas tem de se submeter aos mais dolorosos embates da sua história. O povo está assustado.

Conviver com a sujeira urbana deixou de ser comum e agora desesperadamente o povo tenta cobrar mudanças que nunca foram antes exigidas. 

Porque o executivo toma as decisões importantes e de relevância significativas nos momentos mais cruciais? 

É nesta hora que vemos promessas folclóricas e reuniões onde o APARECER na foto é o mais importante. Uma chuva de hipocrisia onde cada artista se representa de forma amadora, hipócrita e superficial. O discurso de melhoras e crescimento são esburacados. 

Os cânceres diagnosticados na liderança política de Paranaguá em quase todos os seus órgãos, devem ser removidos, entretanto devemos escolher melhor os médicos para que nunca mais os antigos reapareçam. 

O povo é a quimioterapia que tem nas mãos, por apenas um dia a cada quatro anos, o poder de ser efetivo e se neste dia falharmos teremos por fim mais quatro anos sentindo enjoos, febres, tonturas, ferimentos e perdas.

Seme Said é Diretor do portal Nosso Paraná
https://twitter.com/semesaid





Deixe o seu comentário