Paranaguá 10 de Junho de 2018

O público, de uma forma geral, no litoral do estado sabe que a única emissora de TV da região tem sido usada para promover seus aliados e denegrir adversários com seus métodos tradicionais e nos últimos dias, de uma forma mais acintosa. O jogo sujo assumido de maneira explícita. 

Se transformaram na indústria da desinformação e eles tem assumido isso de forma pretoriana. Um caminhão de lixo despejado após a palavra do pastor.

Tentam de qualquer jeito usar a ditadura do pensamento único sem sucesso.

Se aliam a qualquer um que pensem como eles, tendo como principal aliado um semanário que teve, por orientação da PF, o seu diretor destituído da direção do impresso por um ano e proibido de usar as redes sociais pelo mesmo período. Um serviçal da TV que não consegue limpar sua fama de mordedor. 

Se isso não bastasse, a falta de transparência impediu que, tanto a TV como seu comparsa, desfrutassem da verba destinada de forma legal aos veículos de comunicação. 

Os documentos anexados ao editorial de hoje expõe exatamente a falta de nitidez de suas alianças com o poder público na gestão anterior. 

Evidentemente eles vão berrar e acentuar um plano de contra-ataque. Entretanto os cães latem e a caravana passa. 

Um forte abraço e até a próxima. (Não deixem de ler os documentos abaixo)


Seme Said é diretor do portal Nosso Paraná
https://www.facebook.com/semesaid





Deixe o seu comentário