Impressões após uma sessão da Câmara de Vereadores

Quem nos conhece sabe da nossa história na crônica esportiva de Paranaguá. 
Foram anos trabalhando como repórter e escrevendo para alguns jornais. 
O interesse por outras áreas e principalmente na política foi aumentando depois de ter tido algumas experiências em campanhas, trabalhando na área de marketing de alguns candidatos.
Nunca buscamos a filiação partidária. Não era a nossa meta. 
O espirito empreendedor foi mais latente e mergulhamos no ramo da internet. 

Depois de algum tempo, entendemos que Paranaguá poderia ter um portal de notícias independente e nos reunimos com Joel Mattanó e fundamos o Nosso Paraná. 
A coisa foi dando certo e hoje temos vários colaboradores e uma equipe efetivamente comprometida com a linha editorial que elaboramos. 

Na noite do dia 27 de Outubro, em companhia dos Colunistas Emerson Casburgo e Luciano Costa, depois de muito tempo, voltamos a acompanhar uma sessão na Câmara Municipal de Paranaguá. 

As impressões que tivemos nesta triste noite são as piores e vamos aqui tentar relatar algumas.

1) Alguns vereadores com Inabilidade com a língua portuguesa.

Se você foi um crítico com a forma que a ex-presidente Dilma falava em público você está convidado a ver que existe algo muito pior. 
Erros gritantes de concordância e de pronuncia do próprio idioma. 
Dificuldade simples em formar uma frase e péssima leitura.
Mas a culpa é nossa, pois nós votamos neles.

2) Faltas de alguns vereadores.

Esperávamos ver todos os vereadores presentes.
Infelizmente um vereador faltou e outros foram e pareciam que lá não estavam. 
Mas a culpa é nossa, pois nós votamos neles.

3) Vereadores deixam a sessão e ou, chegam atrasados 

Por incrível que pareça os que chegaram atrasados foram os que saíram antes do término da sessão. 
Mas a culpa é nossa, pois nós votamos neles.

Vereadores que participaram da sessão do início ao fim.
Jozias
Nagel
Carlinhos da Ilha
Jacizinho
Ivan da Fafipar
Adriano Ramos
Adalberto Araújo
Laryssa
Sandra do Dorinho

Vereadores que foram na sessão e não ficaram até o final
Leite
Elton
Maranhão 
Ricardo
Sandra Neves
Marcio Costa
Edu

Marquinhos Roque foi o único que faltou na sessão de ontem.

Nós acreditamos que situações de imprevistos possam surgir e que o vereador tenha a necessidade de deixar a casa, porém o que nos espantou é a forma como deixam o plenário. Se levantam e saem. Extremamente desrespeitoso com a população que se fazia presente. A impressão que tivemos é que estavam fazendo um grande favor por ter dedicado alguns minutos da sua vida política. 

O Presidente da Câmara abriu e fechou a sessão sem dizer boa noite aos presentes, entretanto foi fácil perceber quando uma pessoa deixou a sessão a mesma foi saudada com um sorriso. 

Além de tudo isso que citamos o que achamos mais estarrecedor foi a presença da Guarda Municipal portando armas.
- Será que a presença dos Guardas foi uma solicitação da Presidência da Casa?
- Os vereadores não confiam no povo que os elegeram?
A casa é do povo. Ninguém manda um guarda guardar sua casa de você mesmo.
A presença da Guarda é uma declaração de que eles não nos representam.
Esse é um erro crasso! 
Os seguranças no Senado, nas Câmaras se vestem de forma discretas,  sem fardas e sem armas. Só faltou mesmo a revista nos presentes como fazem nos aeroportos. 

Foi uma noite inesquecível e uma sessão atípica pois segundos nossos companheiros o vereador Jacizinho falou mais do que o normal e Sandra do Dorinho depois de um tempo sem se pronunciar, disse algumas frases.

Voltaremos nas próximas mais preparados. 


Seme Said - Diretor do Nosso Paraná
https://twitter.com/semesaid


Publicidade


Deixe o seu comentário